quarta-feira, 17 de novembro de 2010

EXERCICIOS!!!!!!!!!!!!!!!! PARA QUEM RETIROU O QUADRANTE TODO ( MAMA )



DEPARTAMENTO DE GINECOLOGIA  
GRUPO DE APOIO ÀS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA
REABILITAÇÃO FUNCIONAL
_________________________________________________________
Por vários motivos, após a cirurgia da mama podem surgir complicações no braço do lado operado. As principais são:
  • Dor e restrição do movimento do ombro.
  • Inchaço do braço.
  • Falta de Sensibilidade na parte superior e interna do braço.
Para evitá-las, elaboramos um programa de exercícios.
Logo após a cirurgia:
Manter o braço afastado do corpo ±20 cm, apoiado sobre um travesseiro, deixando a mão e o cotovelo mais altos que o ombro.
No dia seguinte à cirurgia:
a) Movimente o punho, o cotovelo e o ombro vagarosamente. Repita cada movimento 10 vezes, 3 vezes do ao dia.
b) Com uma bolinha, faça movimentos de aperto por 5 minutos, 3 vezes ao dia.
A partir do 4° dia após a cirurgia:
1) Pêndulo: incline-se para frente, mova os braços como pêndulo (A) e ainda inclinada, mova os braços para os lados (B).
2) Formiguinha: suba os dedos pela parede, mantenha o cotovelo esticado e permaneça nesta posição por 5 segundos.
3) Passarinho: com as palmas das mãos para dentro, junte as pernas e abra os braços sem dobrar os cotovelos. Mantenha os braços no máximo da elevação conseguida por 5 segundos.
4) Sutiã: coloque os braços nas costas. Mantenha-se reta levando as mão para cima e para baixo. Mantenha por 5 segundos as mão juntas no ponto mais alto que você atingir e por mais 5 no ponto mais baixo.
5) Oferecer: levante os braços até ficarem paralelos ao chão, com as palmas das mãos para cima. Abaixe-os sem dobrar os cotovelos, mantendo a posição por 10 segundos.
6) Cruz: com as palmas das mãos para dentro, levante os dois braços juntos, até a posição vertical, mantendo-os elevados por 10 segundos. Retorne à posição original.
7) Pegar a orelha: com a mão apoiada na cintura, eleve o braço do lado operado, passando por cima da cabeça e tocando com os dedos a orelha do lado oposto. Mantenha esta posição por 10 segundos e retorne à posição inicial.
Atenção!
  • Os exercícios não devem cansá-la muito. Os movimentos devem ser realizados iniciando com 10 repetições e aumentados até 50 repetições cada um.
  • Nos primeiros 3 meses após a cirurgia, faça os exercícios 3 vezes ao dia.
  • O ideal é realizá-los em frente a um espelho, para que você veja se os está fazendo corretamente.
  • Lembre-se: Fazendo os exercícios corretamente, você alcançará sua reabilitação completa!
_________________________________________________________
  • Realizar os exercícios apropriados para braço e ombro.
  • Usar aparador elétrico de costeletas ("trimmer") para a remoção dos pêlos da axila ou cortá-los rente com tesoura sem ponta.
  • Manter soltas as mangas e os punhos das roupas.
  • Usar um creme hidratante e nutritivo para a pele, à base de lanolina.
  • Usar luvas de borracha para lavar louça ou roupa.
  • Usar luvas de lona para trabalhar no jardim.
  • Usar luvas acolchoadas para manusear o forno.
  • Usar dedal para costurar.
Evitar (do lado operado):
  • Fazer grandes esforços ou carregar peso.
  • Praticar movimentos repetitivos.
  • Medir a pressão arterial.
  • Tomar injeções e/ou vacinas.
  • Coletar sangue para exames.
  • Receber soro.
  • Retirar cutícula.
  • Queimar, ferir ou arranhar a pele.
  • Usar relógios e/ou pulseiras apertados.
  • Expor-se excessivamente ao sol.
  • Picadas de inseto.
  • Substâncias irritantes, que ressequem a pele.
ATENÇÃO: Em caso de inchaço, vermelhidão ou qualquer alteração no braço do lado operado, procure um médico!
_________________________________________________________
Todos os alimentos que consumimos podem ser divididos em três grupos principais:
  • alimentos construtores: contém proteína e formam nossos órgãos e músculos.
  • alimentos energéticos: fornecem combustível para as atividades diárias.
  • alimentos reguladores: equilibram o funcionamento do organismo.
Devemos comer sempre um alimento de cada grupo em cada uma das três principais refeições diárias que realizamos. Para facilitar, olhe esta figura:
Experimente montar uma refeição incluindo sempre um alimento de cada grupo e você terá uma alimentação equilibrada. Por exemplo: leite (grupo 1) pão (grupo 2) + manteiga (grupo 1) fruta (grupo 3)
Assim, temos alguns exemplos de:
  1. Alimentos construtores: carne, frango, peixe, queijo, leite, ovo, feijão, grão-de-bico, lentilha.
  2. Alimentos energéticos: pão, bolacha, torrada, batata, mandioca, arroz, macarrão, pizza.
  3. Alimentos reguladores: verduras, frutas e legumes.
Atenção!
  • Fracionar a dieta em 5 refeições (café, almoço, lanche, jantar, ceia).
  • Preferir leite desnatado e queijo branco.
  • Preferir carnes magras.
  • Retirar a gordura do bife ou a pele do frango antes de cozinhar.
  • Evitar os miúdos (coração, fígado).
  • Evitar frituras.
  • Comer devagar e mastigar bem.
Importante:
Porque toda essa preocupação com a alimentação?
O principal objetivo é evitar o excesso de gordura no organismo, pois isto interfere diretamente na produção de hormônio feminino (estrógeno). Este hormônio, quando aumentado, pode estimular o crescimento das células do câncer da mama.
Osteoporose
Após a menopausa, as mulheres têm maior risco para desenvolver a osteoporose (diminuição de cálcio no osso). Geralmente, o tratamento é realizado através da administração de estrógeno e cálcio e de exercícios. A paciente com câncer de mama não deve tornar estrógeno. Assim, deve-se tentar fazer:
  • Atividade física: de preferência, caminhadas de 30 a 40 minutos, em marcha acelerada, 3 vezes por semana. Comece com menos tempo e vá aumentando progressivamente.
  • Dieta rica em cálcio: leite desnatado, queijo fresco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário